domingo, 4 de julho de 2010

Eu não sonho mais

Eu não fumo mais
Eu não tenho mais as mesmas histórias
Sou suja sem você
Eu sou feia sem você
Como uma órfã em um dormitório

Não tenho mais vontade de viver minha vida
Minha vida parou quando tu te foste
Eu não tenho mais vida e até minha cama
se transforma num cais
Quando tu partes

Estou doente
Completamente doente
Como quando minha mãe saía à noite
E me deixava sozinha com meu desepero

Estou doente
Perfeitamente doente
Tu chegas, nunca se sabe quando
Tu partes, não se sabe nunca para onde
E vai fazer logo dois anos
que não dás a mínima!

Como a um rochedo
Como a um vício
Eu estou agarrada a ti
Estou cansada,
Exausta
De aparentar felicidade
Quando eles estão lá

Bebo todas as noites,
Todos os Whiskies
Pra mim tem o mesmo gosto...
E todos os navios levam tua bandeira
Não sei mais onde pra onde ir
Estás em todos os lugares

Estou doente
Completamente doente
Eu verto meu sangue em teu corpo
E eu sou como um pássaro morto
Quando tu dormes
Estou doente
Perfeitamente doente
Tu me privastes de todas as minhas canções
Tu me esvaziastes de minhas palavras
Portanto, vejo que eu tinha talento frente à tua pele

Esse amor me mata
Se continuar assim
Vou morrer sozinha... comigo
Perto do meu rádio
Como uma criança idiota
Escutando minha própria voz
que vai cantar...

Estou doente
É isso! estou doente!
Tu me privastes de todas as minhas canções
Tu me esvaziastes de minhas palavras
E eu tenho o coração completamente doente
Cercado de barricadas
Você escutas? Estou doente...

2 comentários:

  1. Vim de deixar meu carinho e um selinho. Pois seu blog aquece meu coração.
    Bjs de mel
    ursinha

    ResponderExcluir